domingo, 25 de agosto de 2013

ASILO POLÍTICO PARA OS MÉDICOS CUBANOS, JÁ!

Texto de Aloisio Guimarães

O governo do PT está trazendo de Cuba 4.000 médicos para atender a população brasileira, com a desculpa de que está faltando médico no país. Na verdade, todo mundo sabe que não falta médico no Brasil. O que falta é investimento na área, passando também por um salário justo. Todo mundo está careca de saber da ausência de leitos nos hospitais, com corredores abarrotados de doentes, e da falta de equipamentos neles e nos postos de saúde.
Numa media autoritária e supostamente ilegal, sem a obrigatoriedade do Revalida, ninguém tem dúvidas de que a grande maioria dos cubanos vai trabalhar no Norte e Nordeste, região carente, onde "qualquer um é bem vindo", mesmo que pouco saiba sobre as nossas doenças, aliado à dificuldade da língua, para passar a ideia aos pobres (eleitores) que a saúde no Brasil está melhorando com o governo petista.
Um dos maiores absurdos, na minha ótica. é que, pelo que dizem todos os noticiários, o governo vai pagar R$ 10.000,00 (dez mil reais) por cada médico cubano e tem a cara de pau de dizer que não sabe quanto o governo cubano vai repassar a cada um deles! E se, de repente, os médicos receberem migalhas, não seria trabalho escravo?
Entendo que todo médico brasileiro, que é servidor público federal, deve imediatamente requerer a isonomia salarial com os médicos cubanos que aqui estão chegando, exigindo um salário-base de R$ 10.000,00 (dez mil reais), acrescido de moradia e alimentação. Caso contrário, não reclamem! 
Diante do inevitável e em agradecimento ao alto espírito humanitário dos médicos cubanos, que vão salvar a vida de milhões de pobres brasileiros, trabalhando em péssimas condições, nos lugares mais desfavorecidos do país, nada mais justo do que dar o asilo político para aqueles que desertarem. 

3 comentários:

  1. Nobre blogueiro ALÓ, olhe você, esfericamente,
    errado!!! Lamento dizer. Onde já se viu, quem
    lhe disse que escravo tem direito à asilo
    político; mesmo que seja escravo de jaleco-
    branco. Se o MPF e CRM não cuidarem da vida e
    dessa esquipática vinda dos escravos cubanos,
    brevemente eles se tornarão, também,
    'assalariados e eleitores' do gUverno lullodilmista.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Audemaro,
      Você não entendeu mesmo! Por motivos óbvios, o que menos o "exemplar" regime cubano deseja é a fuga dos seus patrícios. Então...

      Excluir
  2. ALÓ, meu caro e nobre blogueiro,
    muito pior do que não ter entendido mesmo, é não ter me fazido entender por minhas bem mal traçadas linhas. Na verdade concordei, circularmente, com seu bem posto e postado artigo; abrir minha fala dizendo '... olhe você esfericamente errado!!! Lamento dizer', foi uma forma pouco clara de abominar esse procedimento deletério do gUverno lullodilmista e apoiar o seu discurso, supradito. De modo tal que conclui, assim:
    'Se o MPF e CFM não cuidarem da vida e
    dessa esquipática vinda dos escravos cubanos,
    brevemente eles se tornarão, também,
    'assalariados e eleitores' do gUverno lullodilmista.'
    Meu caro Aloísio, talqualmente vossamercê sou totalmente a favor do instituto do asilo político como salvaguarda da cidadania.
    Um forte abraço, Audemaro.

    ResponderExcluir