quinta-feira, 5 de março de 2015

FUGINDO DO PAU

Texto de Aloisio Guimarães

A nigeriana Aisha Dannupawa, moradora em Zamfara, se casou com Ali Maizinari logo depois de se divorciar do seu primeiro marido. Mas, se arrependimento matasse, ela já tinha morrido há muito tempo: somente descobriu, na lua-de-mel, que o seu novo marido era um verdadeiro “jumento”, tornando a sua noite de núpcias em um verdadeiro filme de terror.
Com medo, ela já entrou com o pedido de divórcio.
- Quando ele me chama para fazer sexo, é um verdadeiro pesadelo porque, ao invés de ser proveitoso, é horrível para mim porque seu pênis é muito grande
Ela declarou que tentou continuar transando com o marido, usando medicamentos e por conselho da sua mãe:
- Minha mãe disse que com o tempo eu me acostumaria, mas depois da segunda vez percebi que era demais para eu suportar.
Maizinari, o marido, confirmou tudo, mas disse que somente se divorciaria se recebesse o dinheiro que ele gastou na cerimônia de casamento de volta, porque os dois passaram pouco tempo casados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário