terça-feira, 31 de maio de 2016

MÃE E SOGRA

POSTAGEM: ALOISIO GUIMARÃES

O texto abaixo retrata muito bem o comportamento das pessoas diante de uma mesma situação, quando enxergam os fatos sob pontos de vistas diferentes, enfatizando sempre aquele que lhe é favorável, puxando a sardinha para a sua brasa, colocando defeitos nos outros:
Margarida e Carolina, amigas de longa data, se encontram, depois de muito tempo sem se verem e resolvem colocar o papo em dia...
Margarida, então, pergunta:
- Carol, minha querida amiga, como vão os seus filhos, a Fernanda e o Ricardo?
- Ah, querida, a Fernandinha casou com Geraldo, um sujeito maravilhoso; o marido que toda mulher pediu a Deus...
- É mesmo? - Indaga Margarida.
- É sim! É ele que sempre se levanta de madrugada para trocar as fraldas do Geraldinho, meu netinho querido, faz o café da manhã, lava as louças do almoço e ainda ajuda na faxina da casa!
Contente com a felicidade estampada no rosto da amiga, Margarida volta a perguntar:
- E o Ricardo, casou também?
- Nem te conto, mulher...
- O que foi? Não diga que ele virou gay!
Carolina desabafa:
- Antes fosse, minha filha! Antes fosse... O coitadinho do meu filhinho teve um azar danado. Casou muito mal! Imagine que, todo santo dia, é ele que se levanta de madrugada, para trocar as fraldas dos filhos; faz o café da manhã; lava a louça do almoço e ainda tem que trabalhar para sustentar a preguiçosa da minha nora, aquela nojenta!

Nenhum comentário:

Postar um comentário