segunda-feira, 20 de junho de 2016

O MANUAL DA TRAIÇÃO

POSTAGEM: ALOISIO GUIMARÃES

Tenha sempre boas desculpas, previamente armadas.
Evite motéis. Encontre um lugar para vocês: o apartamento de um amigo ou alugue um.
Use o tempo a seu favor: encontros durante o horário expediente caem sempre bem, mas evite encontros durante o almoço e no final do dia.
Apague todas as suas pistas.
Não tenha secretária, mas se tiver e for sua amante, pague-a muito bem.
Conheça como agem os detetives e tenha cuidado com eles.
Camisas brancas são atraídas por batons vermelhos e perfumes tendem a se prender e ficarem mais fortes no seu colarinho. Tenha sempre uma camisa reserva.
Evite ter a conta bancária conjunta com a patroa e muito cuidado com as faturas do cartão de crédito.
Tenha sangue frio. Escapar de um flagra pode ser impossível, mas manter a calma pode fazer diferença na hora da reconciliação.
Se for pego, se faça de vítima, usando sempre frases como: "Você me negou atenção nos meus momentos mais difíceis", "Eu estava sufocado pelos seus ciúmes", "Minha vida vai acabar se você não me perdoar''...
Se for pego no flagra, mantenha a calma e o sangue frio, respire fundo e finja que não está entendendo nada. Assim, você ganha tempo para pensar numa desculpa rapidamente.
Lembre-se: a cara de pau ainda é melhor do que soltar a já manjada frase: "Não é o que você está pensando".
Tenha sempre um amigo, de confiança, para usar como desculpa, Não sinta remorso, afinal elas também usavam a desculpa de dormir na casa das amigas quando queriam fugir das cobranças.
Mesmo que você não jogue bola, não falte às peladas com os amigos nas noites de quarta-feira.
Muito importante: nunca chame a sua mulher por um único apelido carinhoso; varie sempre: “mô”, “bem”, “minha nêga”, “coração”, “anjinho”, “paixão”... Vai ser muito útil, se um dia fosse trocar as bolas.
Cuidado como o seu celular: nunca dê bobeira e se, possível, tenha um chip exclusivo só para a sua amante e uma bateria descarregada, para usar como desculpa de ligação não atendida...

Por fim, reze para que a "patroa" não descubras essas artimanhas e tenha muito cuidado com a sua testa porque "o pau que bate em Chico, também bate em Francisco"...

Nenhum comentário:

Postar um comentário