segunda-feira, 25 de julho de 2016

OS CINCO ANIMAIS MAIS INTELIGENTES DO MUNDO

POSTAGEM: ALOISIO GUIMARÃES

Ninguém pode negar que os seres humanos realmente são muito inteligentes. Mas, à medida que aprendemos mais sobre o resto do mundo animal, se torna claro que outros do nosso grupo também são bastante inteligentes. Chimpanzés, bonobos e demais primatas têm cérebros avançados e estão sempre nos surpreendendo com ações que comprovam isso.
Mas, deixando de lado os primatas, essa lista olha um pouco mais longe - nos oceanos, nas fazendas - para animais extraordinariamente espertos que não levam a mesma fama que a gente. Confira os 5 animais mais inteligentes do mundo:
· PORCO
Não subestime os porquinhos nos chiqueiros: eles provavelmente são os animais domesticados mais inteligentes do planeta. Apesar de sua inteligência poder ser comparada com a de um cão ou gato, as habilidades de resolução de problemas dos porcos até superam as dos felinos e caninos.
Um estudo mostrou que porcos podem entender o funcionamento de um espelho, pois eles usaram o reflexo para encontrar alimentos escondidos. Os pesquisadores ainda não sabem dizer se os porcos percebem que os olhos refletidos nos espelhos são deles mesmos, o que poderia os classificar no nível de inteligência dos macacos, golfinhos e outras espécies que passaram pelo famoso teste de autorreconhecimento no espelho - um marcador de autoconsciência e inteligência avançada.
Também, em um experimento de 1990, porcos foram treinados para mover um cursor em uma tela de vídeo com os seus focinhos, e a distinguir as imagens que conheciam das que estavam vendo pela primeira vez. Eles aprenderam a tarefa mais rápido do que chipanzés.
· POLVO
Enquanto os porcos são os mais inteligentes entre as espécies domesticadas, os polvos são os mais espertos entre os invertebrados. Experimentos em labirintos e de resolução de problemas mostraram que os polvos têm memória de curto e longo prazo. Além disso, eles podem abrir frascos, apertar pequenas estruturas e pegar um lanche dentro de um recipiente. Eles também podem ser treinados para distinguir diferentes formas.
Numa espécie de atividade, parecida com um jogo (uma das características de espécies com inteligência superior) polvos foram observados lançando garrafas ou brinquedos repetidamente em uma corrente circular em seus aquários, para depois apanhar os objetos.
O polvo é o único invertebrado que pode usar ferramentas. Pelo menos quatro espécimes foram observados recuperando cascas descartadas de coco, as manipulando e depois usando-as como abrigo.
· CORVO
Em muitos ramos da mitologia, o corvo é um trapaceiro astuto. Já no mundo real, os corvos estão provando ser uma espécie bastante inteligente. Esses animais foram observados envolvidos em façanhas como o uso de ferramentas, a habilidade de esconder e armazenar alimentos de estação para estação, e memória episódica – como a capacidade de usar a experiência pessoal para prever condições futuras.
Uma das espécies, o corvo-da-nova-caledónia, foi visto usando uma ferramenta de folha dura parecida com uma faca para fazer com que nozes caíssem em ruas movimentadas, para que os carros as esmagassem. É ou não é uma ideia engenhosa?
Uma pesquisa recente sugere que os corvos têm a capacidade de reconhecer humanos pelas características faciais, e que eles podem se lembrar de rostos por anos. Portanto, tenha cuidado com o que você vai fazer quando cruzar com um corvo, hein?
· GOLFINHOS
Golfinhos estão entre os animais mais inteligentes do reino animal, em parte porque eles têm uma vida muito sociável. Existem evidências de que eles tenham uma sofisticada linguagem própria, embora os seres humanos ainda não tenham conseguido desvendá-la.
Os golfinhos usam ferramentas em seu ambiente natural e podem aprender um impressionante conjunto de comandos com treinadores. Testes recentes mostram que os golfinhos têm autorreconhecimento - um feito reservado para os animais de grande inteligência.
Em 2005, cientistas observaram grupos de golfinhos no oceano Pacífico usando uma ferramenta. Eles arrancavam pedaços de esponja do mar e as envolviam em torno do seu “nariz de garrafa” para evitar escoriações.
· ELEFANTE
Não é por menos que os elefantes estão no topo da lista dos mais inteligentes animais não primatas. Eles vivem em sociedades com uma complexa hierarquia social e mostram altruísmo para com outros animais. As fêmeas grávidas até aprendem a comer um certo tipo de folha que induz o parto.
Eles também podem usar ferramentas, se adaptando rapidamente a novas situações - elefantes foram observados jogando grandes pedras em cercas elétricas para cortar a eletricidade.
Mas o que realmente diferencia os elefantes são seus complexos rituais de morte - tirando esses animais, apenas os seres humanos e os Neandertais são conhecidos por homenagear os mortos. Muitas vezes, os elefantes delicadamente investigam os ossos do recém-falecido enquanto permanecem em silêncio. Às vezes, elefantes completamente alheios ao falecido vão visitar seu túmulo. [Life’sLittleMysteries]
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS

Nenhum comentário:

Postar um comentário