sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

O PROBLEMA

POSTAGEM: ALOISIO GUIMARÃES

Num mosteiro havia um grande Mestre e um guardião. O guardião morreu e era preciso substituí-lo. Para isto, o Mestre convocou todos os seus discípulos para fazer a nova indicação.

Todos reunidos no salão principal do mosteiro, o Mestre comunicou que assumiria o posto aquele monge que primeiro conseguisse resolver um problema que seria apresentado a eles naquele momento.

Após esta informação, Mestre colocou um banquinho no centro do salão e, em cima dele, um vaso de porcelana raríssimo, com uma belíssima rosa amarela a enfeitá-lo, e disse apenas:

- Aqui está o problema!

Todos ficaram olhando a cena. Era um vaso lindíssimo, de valor inestimável, com sua flor maravilhosa no centro. Então, qual seria o enigma?

De repente, um dos discípulos sacou a sua espada, olhou o Mestre e seus companheiros, dirigiu-se ao centro da sala e, "zapt", destruiu tudo com um só golpe.

Tão logo o discípulo retornou ao seu lugar, o grande Mestre disse-lhe:

- Você é o novo guardião, pois não importa se o problema é algo lindíssimo ou valioso; se for um problema, precisa ser eliminado.

PENSE NISSO!

Nenhum comentário:

Postar um comentário