terça-feira, 4 de abril de 2017

ANO BISSEXTO

Texto de Aloisio Guimarães

Como você sabe, o mês de fevereiro, que normalmente tem 28 dias, em alguns anos, tem 29 dias. Quando isso acontece, ele é chamado de Ano Bissexto.
- Por que existem os Anos Bissextos?
Em primeiro lugar, você deve saber que "ano" é o tempo do Movimento de Translação da Terra, ou seja, é tempo que a Terra gasta para dar uma volta completa ao redor do sol, a uma velocidade estimada em 108.000 km/h..
No Calendário Gregoriano, que adotamos, este tempo é considerado como sendo igual a 365 dias. Mas, na verdade, o tempo exato é de 365 dias, 5 horas, 48 minutos e 46 segundos, ou seja, 365 dias e 6 horas, "aproximadamente". Logo, a cada 4 anos, o erro total na contagem do tempo é, "aproximadamente", de 1 dia (4 x 6 horas = 24 horas = 1 dia).
Então, para corrigir esta erro na contagem do tempo, acima explicada, a cada 4 anos é acrescentado 1 dia a mais no nosso calendário e o mês escolhido para isto foi é mês de fevereiro.
- Como posso saber se um determinado ano é ou foi bissexto?
É muito simples: todo ano que for divisível por 4 ou por 400 é um ano bissexto.
Por exemplo: 2000:400 = 5, logo o ano 2000 foi bissexto.
                        2016:4 = 504, logo o ano 2012 foi bissexto.
                        2400:400 = 6, logo o ano 2400 será bissexto.
Diante desta regra geral, é fácil imaginar que muitos serão os “matemáticos de plantão” que irão prontamente deduzir:
- Ora, todo número divisível por 400 é também divisível por 4 e por 100; logo, todo ano divisível por 100 também é bissexto!
Matematicamente, estarão corretos! Entretanto, esta regra não é utilizada aqui, porque é necessário corrigir o “aproximadamente”. Então, ficou estabelecido que um ano terminado em "00"  somente será bissexto se ele for divisível por 400.
Assim, apesar de serem divisáveis por 100, mas como não são divisíveis por 400, não foram bissextos os anos de 1500, 1700, 1800 e 1900 e não serão bissextos os anos 2100, 2200, 2300, 2500, 2600, 2700, 2900 e 3000.
Após o ano 3000, está prevista uma nova correção na contagem do tempo, em função dos "aproximadamente" ao longo dos séculos. Quem viver, verá...

Nenhum comentário:

Postar um comentário