quinta-feira, 6 de abril de 2017

A ORIGEM DOS MESES

Texto de Aloisio Guimarães

O povo romano costumava dar nome a alguns dias especiais. Por isso mesmo, por exemplo. é que o primeiro dia do mês se chamava "Calendae", que significava "O dia de pagar as contas", ou seja, o dia mais importante do mês. Daí, então, surgiu o termo "Calendário", ou seja "O Livro de Contas".
Antigamente, na contagem do tempo, o ano só tinha dez meses e o primeiro mês do ano era Março (Martius). Tempos depois, por volta de 700 a.C., foi que Numa Pompílio, o segundo rei de Roma, acrescentou mais dois meses ao calendário. Esses meses eram sincronizados com o movimento da Lua, sendo chamados de "meses lunares" (que ainda persiste nos países muçulmanos), mas as festas em homenagem aos deuses permaneciam designadas pelas estações do ano, ocorrendo, assim, um descompasso, de dez dias por ano, fazendo com que a cada triênios, um décimo terceiro mês, o "Intercalaris", tivesse que ser enxertado no calendário.
Coube a Julio César, com a ajuda de matemáticos egípcios, emprestados por Cleópatra, acabar com toda essa bagunça, quando estabeleceu o Calendário Juliano, um "calendário solar", com o ano de 365 dias, distribuídos nos seguintes meses: Januarius, Februarius, Martius, Aprilis, Maius, Junius, Quinctilis, Sextilis, September, October, November e December. 
• JANEIRO (JANUARIUS)
É uma homenagem ao Deus Jano (Janus), o Senhor dos Solstícios, encarregado de iniciar o inverno e o verão. Seu nome vem de "ianitor" quer dizer porteiro, aquele que comanda as portas dos ciclos de tempo; o Deus do Começo, com duas faces: uma olhando para o passado; a outra, para o futuro.
.• FEVEREIRO (FEBRUARIUS)
O nome se refere a um rito de purificação, que em latim se chamava "februa", esperado ansiosamente pelo povo romano. Assim, "februarius" era o mês de realizar essa cerimônia, onde ofereciam oferendas e sacrifícios de animais aos Deuses do Panteão, para que a primavera vindoura trouxesse bonança.
• MARÇO (MARTIUS)
O nome foi dado para homenagear o Deus da Guerra, o poderoso e corajoso Mars (Marte). Entretanto, a homenagem tinha outra motivação: como Mars regia a geração da vida, Martius era o mês da semeadura nos campos.

• ABRIL (APRILIS)
Significa "abertura", época que as flores se abrem, dando mais cor à paisagem. Seria a época do desabrochar da primavera. É considerado, pelos europeus, o mês mais lindo do ano. Dizem ainda que pode ter sido em homenagem a Vênus, Deusa do Amor, quando no primeiro dia do mês as mulheres dançavam com coroas de flores.
• MAIO (MAIUS)
O nome do mês das noivas teve sua origem em MAIA, a Deusa dos Campos, uma das deusas da primavera. Seu filho era o Deus Mercúrio, o "pai da medicina e das ciências ocultas".
• JUNHO (JUNIUS)
Nome dado em homenagem à Deusa Juno, a esposa de Júpiter, uma entidade poderosa no panteão romano, a guardiã do casamento e do bem-estar de todas as mulheres.
• JULHO (JULIUS)
Chamava-se Quinctilis, por ser o quinto mês do antigo calendário romano. O Senado romano mudou o nome para Julius, em homenagem a Júlio César.
• AGOSTO (AUGUSTUS)
Antes era Sextilis, "o sexto mês"; o nome foi adotado em homenagem ao primeiro imperador romano, Caesar Augustus (César Augusto).
• SETEMBRO - OUTUBRO - NOVEMBRO - DEZEMBRO
O nome de cada um dos meses do último quadrimestre do ano é autoexplicativo: setembro vem de "septem", ("sete" em latim), que era o sétimo mês do calendário antigo. O mesmo raciocínio se aplica para outubro, veio de "october" ("octo", oitavo); novembro de "november" ("novem", nono) e dezembro, de "december" ("decem", décimo).
Anos depois, o Calendário Juliano foi substituído pelo calendário atual, o Calendário Gregoriano, mas isto é outra história, já explicada no nosso blog, que você pode conferir, no texto HAJA TESÃO (http://terradosxucurus.blogspot.com.br/2017/04/haja-tesao.html).

Nenhum comentário:

Postar um comentário